Seguidores

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Spinning com zagaias artesanais:

Spinning com zagaias artesanais:





Hoje decidi escrever sobre um dos artificiais que mais alegrias me proporcionou até hoje: as zagaias. Falando de zagaias lembramo-nos logo de pesca embarcada ou do jigging mas estas são direccionadas para o pesca costeira.




Nunca consegui descobrir a real origem desta amostra, muitos afirmam que é uma descendente dos tão famosos chivos espanhóis, outros reclamam a patente para a sua região, em concreto penso que será difícil descobrir, no final penso que é uma fusão de ambas.


Características das zagaias:
Peso: Desde as 20 gramas até ás 80 gramas
Comprimento médio 7 cm
Composição metálica, aço ou compostos de ligas metálicas





Atrelados: Pudemos usar vários atrelados de tais como os famosos raglout ou o mais comum dos pingalim , estes dois são os que reúnem as preferências da maioria dos pescadores





Este artificiais foram concebidos para pescar com em circunstancias difíceis com dias de mar forte onde não era possível praticar o corrico tradicional, tem uma grande capacidade de lançamento, devido ao seu peso e à sua aerodinâmica. Ao longo dos anos estes artificiais que à primeira vista parecem rústicos e isentos de vida foram responsáveis pela captura de peixes record na costa que frequento. Inicialmente usávamos canas de surf casting para pescar desta forma , muitos ainda o fazem na actualidade principalmente com canas de beach ledgering , eu pessoalmente nos últimos 3 anos tenho pescado com canas de spinning de acção de ponteira com comprimento de 3,30 metro com cw de 20/50 ou 50/100. Como na maior parte das situações pesco com zagaias que rondam as 40 gramas tenho optado pela 1 opção que me permite em acção de pesca utilizar igualmente outras amostras rígidas. É possível utilizar com sucesso este artificial com mares com pouca ondulação e com ondulação forte ( até 3 metros de altura nos pesqueiros que frequento). Pessoalmente penso que estas zagaias revelam as suas potencialidades com mares mais fortes onde outros artificiais rígidos não conseguem trabalhar. Acção de pesca: Devido à sua composição podemos pescar em várias camadas de água tudo dependendo da velocidade de recolha que aplicarmos, a maior parte dos pescadores tem uma tendência para fazer uma recolha linear sem pausas é a mais prática e simples e completamente isenta de grande sabedoria ou técnica, essa é a maneira mais comum de utilizar as zagaias mas se pescarmos sem tandem muitas das vezes em caneiros profundos vamos ter ataques se fizermos pausas, esse ataque ocorre quando a zagaia faz o seu movimento descendente em direcção do fundo,esta técnica tem mais eficácia se pescarmos sem tandem na zagaia,. Sem tandem permite outro tipo de animação ,paragens repentinas alternadas com toques de ponteira e recolha da linha torna esta técnica eficaz em certas ocasiões. Para terminar penso que esta amostra apesar de rudimentar tem o seu sucesso devido aos flashes que emite devido à cromagem que possui, ao longo dos anos tenho verificado que é uma amostra extremamente eficaz em águas mais tapadas, penso que nestas situações o peixe é atraído pelo brilho e depois ataca o tandem, a verdade é que por muitas vezes esta amostra capturou peixe em quantidade quando mais nenhuma o conseguia fazer e ano após ano essa história repete-se.. Hoje coloquei o básico desta pesca no futuro fica a promessa de colocar algumas considerações assim como fotos dos meus tandens personalizados..

17 comentários:

Corricador disse...

Olá Paulo.

Para a maior parte dos pesqueiros que pesco a zagaia de 40gr é muito pesada e mesmo as mais leves que possuo que têm 36gr ainda são pesadas e tenho de fazer recuperações muito rápidas para não as perder. Tu dizes que as há desde as 20gr mas não encontro á venda em lado algum.

Quanto á eficácia eu sempre duvidei e apesar de as ter desde Novembro só as usei em Março não por causa da ondulação forte mas sim pelo vento que se fazia sentir, não conseguir lançar as amostras para onde queria e também pelas águas se apresentarem muito tapadas e a verdade é que ainda quase sem luz nenhuma ao nascer o dia ferrei um bom robalo.

Um abraço

Sargollini disse...

Aí está as famosas Zagaias :)

Vou ver se compro uma ou duas para o próximo Inverno ;)

Muito obrigado pela partilha.


Um abraço
Sérgio

S. Ferreira disse...

Muito bom, sim senhor...

Um abraço,

Sérgio

Bruno Martins disse...

Olá amigo,

As famosas zagaias! Ainda me lembro de me dares as primeiras quando nos conhecemos. Excelente artigo, contigo elas têm uma eficaçia notável, eu que o diga quando pesco a teu lado.

Aquele abraço,
Bruno Martins

Paulo Martins disse...

Boas Pedro,

Existem zagaias de 20 gramas, a dificuldade é encontrar com frequencia em casas de pesca porque não há empresa a comercializar este artigo. A da foto que tem uma pinta vermelha tem 20 gramas. O melhor será sempre perder um pouco de tempo e descobrir torneios que nos façam estas peças e assim fazemos as zagaias como queremos e poupámos muitos euros.

Abraço
Paulo Martins

Paulo Martins disse...

Boas Sérgio( Sargollini

Na tua zona não sei se são muito utilizadas mas acredita que fazem pescarias notáveis

Abraço
Paulo Martins

Paulo Martins disse...

Boas Sérgio,

Antes de mais obrigado,os meus conhecimentos sobre a pesca à anchova são quase nulos mas tenho curiosidade se estas zagaias tradicionais funcionam com elas.

Abraço
Paulo Martins

Paulo Martins disse...

Meu grande amigo Bruno,

As zagaias são imtemporais! Ainda me lembro do dia que te conheci, na pesca não se pesca só peixes, por vezes temos a felicidade de pescar grandes amizades como a tua

Grande Abraço

S. Ferreira disse...

Paulo, não pesco apenas às anchovas:)

No entanto, estes peixes em determinadas ocasiões pegam muito bem nas colheres pesadas (halco, dexter, moresilda, etc).
Kitadas como mostras, devem render muito mais. Tenho que experimentar.

Obrigado.

Sérgio

Raúl Ribeiro disse...

Boas Paulo

Nunca me dediquei às muito às zagaias embora as classifique como "armas letais".

Os trunfos da zagaia devem-se ao brilho e à eficácia do anzol único.

Muitos pescadores são apologistas de um único e bom anzol para uma ferragem eficaz.

Das zagaias que vocês me deram vou kita-las com papel autocolantes holográfico e o anzol enfeitado com penas como um teaser.... (vejam: http://www.jibblers.com/DressedTreble.htm )

.... vou pró laboratório.... LOL LOL LOL .... até já.

Grande abraço.

Paulo Martins disse...

Boas Sérgio,

Eu sei que não pescas só anchovas mas és dos poucos que tens conhecimentos para falar sobre, daí a minha pergunta, para o Norte infelizmente não temos esse magnífico predador..

Abraço
Paulo Martins

Paulo Martins disse...

Boas Raul,

eu faço umas coisas engraçadas com esse papel hológrafico, o ultimo peixe que tirei com com uma zagaia Made in Paulo Martins, hei-de por aqui colocar algumas.

Abraço
Paulo Martins

Gunta disse...

Boas,
Encontrei-as à venda numa loja bem velinha na praia de Mira.
Uma é mesmo um peixe de 50g(posso mandar foto) e hà lá mais a 3.90€, e a outra de 40grs igualzinha às que mostra.
Ambas trazem uma borrachinha imitação de peixe da cormoura com +ou- 10cms.
Uma pergunta:
Porquê o feitio do anzol em curva?
Estes são de fraca qualidade e o cromado está todo a cair.
Um abraço
Rui Coimbra(Gunta)

Paulo Martins disse...

Boas Rui,

Os anzois curvados são para o atrelado nadar em turbilhão( mesmo os atrelados que imitam peixes presa) e assim causar mais vibração dentro de água sendo assim mais facilmente detectados pela linha lateral do robalo.
As zagaias são muito mais eficazes com águas tapadas, o seu segredo é o brilho e o turbilhão do atrelado.

Cumprimentos
Paulo Martins

Anônimo disse...

Muito obrigado pela dica Paulo, este fds acabei de bater o meu recorde pessoal. Com um exemplar de 7,050kg e um de 4,100kg. Queria deixar as fotos mas não estou a conseguir colocá-las..Cumprimentos

André

Anônimo disse...

Bom dia ao Sr. Paulo Martins e a Todos os Pescadores.
Encontrei este Blog por acaso, quando investigava na net.
Penso que tem uma qualidade muito grande, essencialmente das partilhas que faz, devido à experiência.
Neste artigo, concretamente, acho que está excelente.
Parabéns por isso.
Vou passar por cá sempre.
Abraço e parabéns
Humberto Domingues

João Rey disse...

Boa tarde,

Acho esta montagem muito interessante, sobretudo para as águas da minha zona que são muito tapadas.
Sou novo nestas andanças e, como tal, gostaria de saber onde encontrar este tipo de anzóis!?
Alguma dica sobre marca, modelo, tamanho, se já vêm dobrados e abertos ou se temos de o fazer manualmente, etc.
Agradeço qualquer ajuda.
Grande abraço e boas pescarias!
João Rey