Seguidores

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Cinnetic explorer sea bass


Como sabem só por aqui escrevo sobre materiais que já experimentei ou utilizo e tento não escrever sobre os flops do mercado onde eu mesmo já gastei dinheiro em vão.

Escrevo este post porque há artigos low cost que nos deixam a pensar..

À cerca de 2 anos atrás um amigo adquiriu 2 canas da marca Cinnetic , as duas tinham custado perto de 100 euros, as duas...
 Bem, depois dessa   historia passaram  uns meses , eu para ser franco não tinha dado grande importância ao tema , nessa altura  começaram os blogues da vizinha Espanha a  falar das canas, dos preços e das suas qualidades..

Para ser honesto nunca entendi muito bem algumas correntes de opinião dos nossos amigos galegos, sempre gostaram de pescar com material que por vezes chegaria para pescar atuns,  na Galiza pesca-se muito em pesqueiros elevados, onde é necessário içar os peixes a peso e devido a isso precisavam de material forte mas na realidade há muitos pesqueiros que não é necessário o forte e feio.

Acabei por encomendar online uma explorer  sea bass 360, por 54 euros de investimento a perda não seria elevada, quando recebi a cana lembro de colocar 5 pacotes de um litro de leite dentro de uma rede e tentar içar a mesma, na verdade consegui fazer a habilidade e logo aí comecei a olhar para esta cana com outros olhos, tinha força e pesava menos de 300 gramas

Tinha comprado a mesma para pescar à zagaia em 2 pesqueiros de altura que de quando em vez frequento, lembro-me de quando a estreei capturei um robalo na casa dos 3.5 kg em que tive que o levantar a peso pelo menos a 3 metros de altura e a cana 5 estrelas.


Faço este post porque ultimamente tenho tropeçado nesta marca em algumas lojas de pesca em Portugal, houve uma altura em que as amostras low cost vieram alterar o paradigma de pesca em Portugal agora acho que esta marca vai fazer pelo menos as marcas Portuguesas pensar de outra forma, também não entendo onde andaram os lojistas nacionais até agora, bastavam ter  ido à Internet para verem o sucesso das canas em Espanha, lá as recebemos passados 2 anos...

Só tenho experiência com a cana do titulo do post mas conto já com vários amigos a usar outras versões mais curtas e em bem verdade se diga nada de muito negativo lhes apontam, sendo que ao que parece as novas versões já trazem outros up grades .

Sei que esta cana em questão se fosse da Shimano ou da Daiwa custaria na casa dos 130 aos 150 euros, custa metade porque é de uma marca em lançamento e ainda sem nome no mercado,

 Com esta cana já pesquei à zagaia, com jerks, ao buldo e com vinis, quantas canas fazem isto sem comprometer a eficácia ou as dores nas costas? Para mim a praia dela serão todas as amostras que andem entre as 20 e 50 gr e pesqueiros onde se tenha que forçar o peixe ao máximo do limite do material.

Quando vou para pesqueiros duros é já esta cana a eleita e tudo por 54 euros..

Quando dizem que o spinning é uma modalidade cara a afirmação não é de todo incorrecta mas cada vez mais está longe de ser uma certeza.

Não faço futurologia mas aposto que esta marca vai ganhar uma cota de mercado interessante em Portugal, só fico a pensar onde andam as marcas nacionais com a cabeça porque esta marca já colocou muitos pescadores a falarem nela e não tenho lido comentários depreciativos ou vozes  dos velhos do Restelo.

Também fico a pensar como é que gasto dinheiro em canas 10 vezes mais caras que fazem quase  o mesmo que esta...







5 comentários:

Ricardo Gonzalez disse...

Buena reflexion...

jorgefjr disse...

Não podia estar mais de acordo e também posso afirmar que as canas de surfcasting dão cartas

Anônimo disse...

Viva,

Tenho uma Explorer 360 Black SeaBass há 1 ano, comprei para me iniciar no corrico e lançar umas amostras mais pesadas e adoro a cana é robusta mas sensível.
Só tenho um reparo, apesar dos passadores serem fuji a parte que esta coberta com o verniz está ficar com cor de ferrugem em alguns deles... a parte que está ao ar está impecável. porque será? :\

Cumprimentos,
Pedro Abreu

Anônimo disse...

Concordo plenamente com essa observação das canas. Actualmente marcas como a Daiwa e Shimano etc servem-se demais do nome. Há marcas a serem lançadas que tem material de excelente qualidade a preços muito mais convidativos.

Contudo há aqueles que gostam de ir para o pesqueiro mostrar o material em vez de pescar...

Anônimo disse...

Fazem falta mais opiniões isentas como a sua.
Já procurei esta cana em várias lojas e ainda não a vi, podia dizer-me onde a posso encontrar na zona de Viana?

Obrigado
Rui Pereira